• Adriana Valadares

Alexandre Kalil anuncia ampliação da flexiblização na capital mineira

O prefeito Alexandre Kalil anunciou, nesta quinta-feira, que o horário de funcionamento dos bares e restaurantes de Belo Horizonte será ampliado. Com isso, os estabelecimentos que só tinham autorização para funcionar de 11h às 16h, poderão funcionar até as 19h, de segunda a sábado. Ainda segundo o prefeito, as feiras serão retomadas e os clubes serão reabertos.

A abertura do comércio de alimentos, materiais de construção, bancas de jornais e clubes no domingo também está liberada. A flexibilização começa a valer a partir de sábado, 8 de maio.

Em entrevista coletiva, o prefeito de Belo Horizonte citou a queda nos indicadores que medem a situação da pandemia na cidade, e reforçou a importância do cuidado entre os jovens, que são maioria entre as pessoas que estão internadas na capital.

"Tenham cuidado, tenham responsabilidade, porque é muito grave a situação dessa faixa etária. Não podemos ficar apegados à segurança e abandonarmos os cuidados que devemos ter para nos mantermos vivos", afirmou.


O que pode funcionar no domingo

  • Padarias, supermercados, açougues e sacolões: das 5h às 22h;

  • Materiais de construção: das 5h às 22h;

  • Peça de veículos automotores: das 5h às 22h;

  • Bancas de jornal: das 5h às 22h;

  • Clubes e serviços de lazer: sem restrição de horário;


Nesta quarta (5), o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 havia se reunido para discutir a nova flexibilização da cidade, que acontece às vésperas do Dia das Mães, data aguardada com expectativa pelo comércio. "Os nossos números, apesar de muito altos ainda, estão apresentando uma queda. Estamos nas vésperas do Dia das Mães. Hoje nós podemos dizer que o planejamento feito por este comitê e por esta prefeitura, foi feito justamente pra que o comércio aproveitasse um dia que, segundo os próprios comerciantes, é a segunda data mais importante do comércio, dos bares, dos restaurantes, de Belo Horizonte", disse o prefeito.


O prefeito reforçou que a preocupação maior no momento é com os mais jovens.

"É um momento muito diferente, onde o medo toma conta cada vez mais da população, porque a cepa não está brincadeira. Estou vendo dezenas de jovens que hoje sabem que podem se internar. Quase a metade das internações hoje são de pessoas da idade de vocês, então tenham cuidado, tenham responsabilidade, porque é muito grave a situação, principalmente desta faixa etária na cidade de Belo Horizonte", disse Kalil.

O prefeito também defendeu que a reabertura das escolas, que começou com a educação infantil, no dia 26 de abril, foi feita "de modo responsável".


Os protocolos sanitários de todas as atividades constam neste link. O decreto com as autorizações será publicado nesta sexta-feira (7). Veja abaixo como ficará o funcionamento das atividades a partir deste sábado (8):

Essenciais

- Padarias (permitido o consumo no local): diariamente, entre 5h e 22h; - Comércio varejista de laticínios e frios: diariamente, entre 7h e 21h; - Açougue e Peixaria: diariamente, entre 7h e 21h; - Hortifrutigranjeiros: diariamente, entre 7h e 21h; - Minimercados, mercearias e armazéns: diariamente, entre 7h e 21h; - Supermercados e hipermercados: diariamente, entre 7h e 22h; - Comércio varejista de mercadorias em lojas de conveniência ou similares (vedado o consumo no local): segunda-feira a sábado, entre 7h e 18h; - Artigos farmacêuticos: diariamente, sem restrição de horário; - Artigos farmacêuticos, com manipulação de fórmula: diariamente, sem restrição de horário; - Comércio varejista de artigos de óptica: diariamente, sem restrição de horário; - Artigos médicos e ortopédicos: diariamente, sem restrição de horário; - Tintas, solventes e materiais para pintura: diariamente, entre 7h e 21h; - Material elétrico e hidráulico, vidros e ferragens: diariamente, entre 7h e 21h; - Madeireira: diariamente, entre 7h e 21h; - Material de construção em geral: diariamente, entre 7h e 21h; - Combustíveis para veículos automotores: diariamente, sem restrição de horário; - Peças e acessórios para veículos automotores: diariamente, entre 8h e 17h; - Agências bancárias: instituições de crédito, seguro, capitalização, comércio e administração de valores imobiliários: diariamente, sem restrição de horário; - Casas lotéricas: diariamente, sem restrição de horário; - Restaurantes, lanchonetes, bares e estabelecimentos congêneres no interior de hotéis, pousadas e similares, para atendimento exclusivo aos hóspedes: diariamente, sem restrição de horário; - Celebração presencial de cultos, missas e demais atividades de caráter coletivo: diariamente, sem restrição de horário.

Veja todas as atividades essenciais e horários neste link.

Não essenciais

- Cabeleireiros, manicures e pedicures: segunda-feira a sábado, sem restrição de horário; - Atividades de estética e outros serviços de cuidados com a beleza: clínicas de estética: segunda-feira a sábado, sem restrição de horário; - Atividades autorizadas em funcionamento no interior de shopping centers: segunda-feira a sábado, entre 10h e 21h; - Atividades de condicionamento físico: academia, centro de ginástica e estabelecimentos de condicionamento físico, inclusive no interior de galerias de lojas, centros de comércio e shopping centers: segunda-feira a sábado, sem restrição de horário; - Atividades presenciais em creche e escola de ensino infantil: segunda-feira a sábado, sem restrição de horário.

Veja todas as atividades não essenciais e horários neste link.


0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!