• Adriana Valadares

Capital mineira e cidades da Grande BH aderem à onda roxa nesta quarta

Depois do anúncio do governador Romeu Zema (Novo) de que todo o estado deverá aderir a onda roxa, a mais restritiva do programa Minas Consciente, a Prefeitura de Belo Horizonte informou que "manterá o decreto vigente, além da determinação do governo estadual". Contagem, Nova Lima, Ribeirão das Neves e Betim também confirmaram que adotarão medidas mais rígidas a partir desta quarta-feira (17).

A assessoria do Executivo municipal da capital disse ainda que há dez dias já havia anunciado medidas da fase mais restritiva de atividades com o objetivo de aumentar o isolamento social. E afirmou que "conta com a Polícia Militar de Minas Gerais para fiscalizar as novas medidas de restrição de circulação impostas pela onda roxa do plano Minas Consciente, que não depende de adesão". Ainda conforme a prefeitura, em caso de conflito entre os decretos municipal e estadual, fica valendo o mais rígido. Belo Horizonte já adota algumas medidas previstas, como restrição do comércio não essencial e implantação de barreiras sanitárias. Mas, na capital, não havia, por exemplo, implantação de toque de recolher. As medidas restritivas no comércio começaram a ser adotadas na cidade no último dia 6 e, nesta segunda-feira (15), passaram a valer ações ainda mais rigorosas, como a proibição do sistema de retirada no local em restaurantes. Região Metropolitana Na semana passada, cidades que integram a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Granbel) decidiram endurecer as medidas e grande parte adotou a chamada “onda lilás”, uma fase entre as ondas roxa e vermelha. Uma das prefeituras que defenderam a implantação de medidas mais duras foi a de Contagem. Nesta terça, por meio de nota, administração da cidade disse reconhecer a importância de uma ação conjunta para o enfrentamento à pandemia e assessoria do município confirmou a adesão à onda roxa. “A decisão do governador Romeu Zema é dura, porém necessária. Ao restringir o funcionamento das atividades não prioritárias em todo o estado, podemos conter o avanço da doença e avaliar, ao longo dos próximos dias, quais as novas medidas necessárias para o enfrentamento da pandemia”, disse a prefeita Marília Campos (PT). Nova Lima, a partir desta quarta, também seguirá a determinação do governo. “A Prefeitura de Nova Lima segue o Plano Minas Consciente, portanto, vai aderir à Onda Roxa”, informou o município. O posicionamento da administração municipal de Ribeirão das Neves é semelhante. “Conforme comunicado pelo governador de Minas Gerais, Romeu Zema, a adesão dos municípios à onda roxa será obrigatória. Então, assim como as demais cidades de Minas Gerais, a partir de quarta-feira, 17 de março de 2021, Ribeirão das Neves passará a seguir a onda roxa do Programa Estadual Minas Consciente”, afirmou a prefeitura. No final da tarde desta terça-feira, a Prefeitura de Betim também confirmou a adesão à onda roxa. Em transmissão ao vivo nas redes sociais, o prefeito Vittorio Medioli (PSD) disse que, apesar de não concordar com o fechamento total das atividades, vai cumprir as determinações do estado.




0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!