• Adriana Valadares

Cazares segue afastado, um mês após confirmação de infecção pela covid-19

Em 31 de maio o Galo informou que Cazares tinha testado positivo para a covid-19 e precisaria ser afastado.

Desde então o clube tem testado jogadores e comissão técnica semanalmente e vinha informando que havia um protocolo a ser cumprido para que Cazares pudesse retornar.

Por meio da assessoria do Atlético, o departamento médico do clube informou os motivos da demora do retorno de Cazares aos treinos.

O jogador equatoriano, que no começo estava assintomático, desenvolveu a doença, apresentando os sintomas. Por isso, segundo o protocolo adotado pelo Atlético, Cazares precisa cumprir uma quarentena mais longa, que pode ter a duração aproximada de 40 dias. E depois, para retornar aos treinamentos, o meia precisa de dois testes negativos em sequência, com um intervalo necessário entre um e outro.

O departamento médico ainda ressaltou que, se Cazares tivesse se mantido assintomático, a volta do armador aos treinos na Cidade do Galo teria ocorrido em 14 dias. Lembrando que, até o momento, Cazares foi o único jogador do Atlético infectado.

Com resultados negativos para o restante do elenco, o clube segue com planejamento de retomada dos trabalhos. Os treinamentos que eram divididos em turmas, agora são em grupo único.


0 visualização
logo-rodape-novo.png
  • whatsapp (1)
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Ouça ao vivo!