• jornalismo42

Empresas de ônibus de BH têm 30 dias para apresentar 'plano de recomposição de frota'

As concessionárias de ônibus de Belo Horizonte deverão apresentar à BHTrans, em até 30 dias, um plano de recomposição da frota, considerando o processo de reabertura de atividades econômicas na cidade. A determinação está prevista em decreto Nº 17.709, publicado no Diário Oficial do Município nesse sábado (11).

Nas últimas duas semanas, o número de viagens acrescentadas não acompanha o número de novos passageiros nos ônibus . Entre 16 a 27 de agosto, houve um aumento de 5.067 usuários atendidos, mas apenas 49 novas viagens. Enquanto o aumento de usuários foi de 0,7%, o de viagens foi de apenas 0,2%. Isso significa que o total de passageiros cresceu em um ritmo 3,5 vezes maior do que o de viagens oferecidas. Já entre 30 de agosto a 3 de setembro, o total de usuários aumentou 2,5%, enquanto o de viagens só cresceu 0,3% , um ritmo cerca de 8 vezes menor. Foram 19.845 novos passageiros de uma semana para a outra e apenas 65 viagens acrescentadas Os dados foram extraídos da planilha de acompanhamento da demanda de passageiros e oferta de viagens no sistema de transporte coletivo de BH durante a pandemia, publicada semanalmente pela própria BHTrans desde 2020. No decreto publicado neste sábado, há a determinação para que o plano de recomposição de frota seja atualizado mensalmente pelas empresas, de acordo com a projeção de demanda do mês seguinte.

Ainda de acordo com o decreto, caso as concessionárias estejam atuando em regularidade com plano aprovado pela BHTrans e utilizando ao menos 90% da frota disponível por faixa horária, ficam suspensas determinações anteriores, que são: redução do número de passageiros em cada viagem em relação aos limites contratuais; disponibilização de carros reserva; intervalos entre viagens de no máximo 30 minutos em horário de pico e 40 minutos fora dos horários de pico.



0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!