• Adriana Valadares

Governo de Minas define grupos das Forças de Segurança que serão imunizados primeiro

O governo de Minas Gerais explicou o que ficou definido como grupo prioritário dentro das Forças de Segurança, que deve começar a ser vacinado com o próximo lote de imunizantes que já chegou ao Estado na quinta-feira (1).

No grupo prioritário das Forças de Segurança estão: "os trabalhadores envolvidos no atendimento e transporte de pacientes, resgates e atendimento pré-hospitalar, em ações de vacinação contra Covid-19, em ações de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público independentemente da categoria", explicou em nota. "Os demais profissionais que não se enquadram nas atividades de linha de frente deverão ser vacinados conforme andamento da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19", pontuou.

O prazo para o início da vacinação desses grupos segue o calendário de cada cidade - Belo Horizonte ainda não informou como seguirá a recomendação.


Vacinação

Nessa quinta-feira, o Estado recebeu 1.016.650 novas doses de vacinas: 943.400 da Coronavac e 73.250 da AstraZeneca. O governo de Minas Gerais orientou, dessa maneira, que as doses sejam usadas para ampliar a vacinação para idosos entre 65 e 69 anos e iniciar a imunização de profissionais das Forças de Segurança.

"As doses da CoronaVac devem ser utilizadas para iniciar a imunização de 6% dos profissionais das Forças de Segurança. Elas também serão utilizadas para aplicar a primeira dose em 1,26% da população entre 65 e 69 anos. Também como segunda dose em 7% dos trabalhadores da Saúde, 87% da população entre 75 e 79 anos, e 80,4% da população entre 70 e 74 anos. Já os imunizantes da AstraZeneca serão aplicados como segunda dose para 10,2% aos trabalhadores da Saúde", informou.

O pedido de inclusão dos profissionais da área de Segurança como prioridade ao Ministério da Saúde foi feito pelo governador Romeu Zema durante a primeira reunião do Comitê Gestor Nacional de Enfrentamento da Pandemia de Covid-19, na última sexta-feira, e atendido. Zema também solicitou prioridade para os professores, o que ainda não foi confirmado.Governo de MG define grupos das Forças de Segurança que serão vacinados primeiro.



0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!