• Adriana Valadares

Governo detalha obras do Rodoanel - que só começam em 2023

As obras de construção do Rodoanel da região metropolitana de Belo Horizonte só devem ser iniciadas em 2023. De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, as primeiras alças devem ser concluídas a partir de 2026, e a última, em 2027. A expectativa é que o contrato para o inicio das intervenções seja assinado no final deste ano e o licenciamento ambiental da obra deve ser liberado em março de 2023, data prevista para o início das obras.

As alças norte, oeste e sudoeste, tem estimativa de conclusão de três anos. Já a alça sul, por uma questão técnica do projeto, irá demorar quatro anos para ser concluída.

Para as intervenções estão previstos R$ 4,5 bilhões, sendo que R$ 3,5 bilhões vão ser retirados do acordo de R$ 37,68 bilhões entre a Vale e o Estado assinado na última semana para a reparação dos danos causados pelo rompimento da Barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e o restante, R$ 1,5 bilhão, vão vir da parceria público-privada, que irá realizar a implantação, operação e manutenção da infraestrutura.

Em coletiva de imprensa nesta terça-feira (8), Fernando Marcato detalhou que o contrato de concessão terá duração de 30 anos e que está prevista a cobrança de um pedágio que deve ter como base R$ 0,28 centavos por quilômetro. A receita total estimada para todo o período de contrato, no entanto, sem considerar correções, é de R$ 6,4 bilhões.

Para se ter uma ideia a alça norte, que terá 43,92 km, fará a maior cobrança, de R$ 12,29 na tarifa cheia. Já o pedágio mais barato previsto é de R$ 3,71, na alça Sudoeste, que possui 13,28 km de extensão. No entanto, Marcato, ressalta que o motorista só irá pagar o trecho que percorrer. O pedágio funcionará no sistema “pague pelo uso”. De acordo com o secretário, essa será uma iniciativa inédita no país.


Obras A expectativa é de que até o meio do ano seja lançado o edital para a concorrência pública. A ideia é que o anel viário tenha 100 quilômetros de extensão – com nove quilômetros em Brumadinho e outros 18 em Betim, além de 20 quilômetros às margens de municípios atingidos pelo rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão. A previsão é que 32 mil veículos circulem pelo Rodoanel diariamente.


Desapropriações De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, estão previstas a retirada de 200 famílias de Betim e Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, para a realização das obras. A desapropriação deve custar R$ 1,2 bilhão.

Segundo Marcato, o Estado já vem se reunindo com os prefeitos de onze cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte que, de acordo com ele, vão se beneficiar com o Rodoanel.


Impasse ambiental Nesta semana, entidades de defesa do meio ambiente protocolaram uma representação no Ministério Público contra o projeto do Rodoanel. A preocupação dos ambientalistas são com os impactos das obras do Rodoanel na Serra da Calçada e no Parque Estadual do Rola Moça. No projeto, o trecho da alça sul passa por esses dois locais.

De acordo com Júlio Grillo, membro do Conselho de Política Ambiental do Estado, a obra irá acarretar na supressão de grande quantidade de vegetação natural, além de destruir sítios arqueológicos e nascentes. "Todas as serras são basicamente formadas por minério de ferro, no minério acumula água, que geram as nascentes. Fazer túneis na base das serras você perde tudo isso. Além disso, a declividade proposta no estudo é alta em um trajeto longo, isso vai ocasionar muitos acidentes", explica. "Você pega um dinheiro que é para compensar danos ambientais, que foram os causados por Brumadinho, e provoca diversos desastres ambientais. A proposta do ponto de vista ambiental é muito ruim", avalia.

Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato o projeto ainda não está pronto e que estão previstos a construção de túneis e viadutos para diminuir o impacto na fauna e na flora locais.


Saiba mais

A minuta do edital e os estudos de engenharia, econômico-financeiros e jurídicos do projeto estão disponíveis no site. As contribuições sobre o projeto podem ser enviadas para o e-mail rodoanelmetropolitano@infraestrutura.mg.gov.br.

Benefícios esperados: aumento do PIB da região metropolitana entre 7% e 13% em dez anos; redução do tempo de deslocamento entre 30 e 50 minutos para veículos de carga e mobilidade urbana; geração de mais de 10 mil empregos diretos e indiretos; minimização das emissões de CO2 em quase 10%; diminuição dos custos de carga e escoamento.


Rodoanel em Belo Horizonte Projeto básico da nova via mostra ligações que serão feitas para retirar parte dos veículos de carga que trafegam em área urbana de BH

R$ 4,5 bilhões é o dinheiro previsto para a execução da obra R$ 3,5 bilhões será retirado do acordo da Vale com o Estado de Minas Gerais em decorrência da tragédia de Brumadinho (10% do acordo) R$ 1,5 bilhão virá da parceria público-privada


O tamanho do Rodoanel Alça sul – 17 Km Alça sudoeste – 13,28 Km Alça Oeste – 25,8 Km Alça Norte – 43,9 Km

Total: 100 quilômetros

*O traçado preliminar do Rodoanel, disponível no site do Governo de Minas Gerais, mostra que a alça sul vai sair da BR-040, na altura da Serra da Calçada, passar por Brumadinho e chegar à rodovia Fernão Dias, em Betim. Já a alça norte vai sair da Fernão Dias e vai até a BR-381, na saída para o Espírito Santo, na altura de Sabará e Caeté.


Cronograma previsto

6 de fevereiro: início da consulta pública 22 de março: fim da consulta pública e início de ajustes no projeto Junho de 2021: lançamento do edital de concessão Outubro: fim da análise das propostas Novembro: assinatura do contrato Março de 2023: liberação do licenciamento ambiental Março de 2023: início das obras Março de 2026: entrega das alças norte, oeste e sudoeste Março de 2027: entrega da alça sul



0 comentário
logo-rodape-novo.png

A Rádio da Massa é a primeira emissora de rádio da América Latina, personalizada, criada e produzida exclusivamente, 100% para a torcida de um grande clube de futebol, o Galo!

  • whatsapp (1)
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Ouça ao vivo!