• Gaby Silva

INÉDITO: Galo é campeão brasileiro sub-20



A equipe sub-20 do Atlético conquistou o seu primeiro titulo Brasileiro sub-20, neste domingo (24), diante do Athletico Paranaense, no CT do Caju, em Curitiba.


No duelo final, o Athletico Paranaense venceu por 1 a 0, mas como Galinho venceu o jogo de ida por 2 a 1, domingo passado (17), no SESC Venda Nova, a decisão foi para os pênaltis. Com muita personalidade, Guilherme Santos bateu a última cobrança e converteu, concedendo o título inédito à equipe sub-20 do Galo.



No retrospecto geral da competição, o Atlético fez 24 jogos, com 13 vitórias, 8 empates e 4 derrotas, 41 gols marcados, 24 gols sofridos, tendo saldo positivo de 17 gols.


O jogo


Em um primeiro tempo com boas oportunidades para as duas equipes, o jogo ficou no empate por zero a zero. Aos 30 minutos, o lateral esquerdo Kevin se lesionou e precisou ser substituído, dando lugar a Vinicius Nogueira.


Já na etapa complementar o jogo seguiu sem gols até aos 42 minutos quando o Athletico Paranaense abriu o placar com Rômulo Cardoso, que aproveitou uma falha do goleiro Gabriel.


No placar agregado por dois a dois, a decisão foi para os pênaltis e o Galo se sagrou-se campeão Brasileiro da categoria.


Nas cobranças de pênaltis, os seguintes jogadores converteram para o Galo: Pedro Henrique, Micael, Vinicius Nogueira, Luís Eduardo e Guilherme Santos.


Para o furacão os seguintes atletas marcaram: Romulo, Iago, Kawan e Luan Patrick. A cobrança do zagueiro Edu, capitão do Furacão, foi defendida pelo goleiro Gabriel Delfim


O Galo foi a campo com:


Gabriel; Talison, Hiago, Micael e Kevin (Vinicius Nogueira) ; Iago, Wesley (Luís Eduardo) e Julio Cesar (Rubens) ; Guilherme Santos, Echaporã (Gabriel) e Giovani (Pedro Henrique). Técnico: Marcos Valadares.


Já o Athletico Paranaense foi escalado pelo técnico Rafael Silva com:


Leo Link; Luca Caio (Iago), Edu, Luan Patrick e Raimar (João Victor); Kawan, Ramon (Dudu) e Jajá; Julimar, João Pedro (Romulo) e Mingotti (Paulo Victor)


Confira a campanha do Galinho até a conquistar do título:


Nas quartas de final do Galo eliminou o Palmeiras no agregado de 1 a 0.


Jogo de ida – Palmeiras 0x0 Galo . Allianz Parque-SP


Jogo da volta – Galo 1x0 Palmeiras. Sesc-BH (Gol: Guilherme Santos)


Na semifinal a vitima foi o Corinthians, nos pênaltis o Galo garantiu a classificação.


Jogo da ida – Corinthians 1x1 Galo. Parque São Jorge-SP (Gol: Wesley)


Jogo de volta – Galo 1x1 Corinthians. Sesc-BH (Gol: Talison) – decisão nos pênaltis (5x4)


Na grande final o adversário foi o xará paranaense.


O Galo finalizou a primeira fase com a melhor campanha da competição. O Athletico se classificou como segundo, porém, o Furacão garantiu a melhor campanha geral, e, por isso, a decisão aconteceu em Curitiba.


Artilharia:


Guilherme Santos terminou a competição como artilheiro isolado, somando 13 gols.


Supercopa


O Galo terá pela frente a Supercopa, que será disputada entre o ganhador do Campeonato Brasileiro contra o vencedor da Copa do Brasil (Vasco).


#ARádioDaMassa!


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!