• jornalismo42

Pais de alunos de até 5 anos devem informar às escolas municipais se vão aderir ao ensino presencial

Pais ou responsáveis de alunos de 0 a 5 anos, da educação infantil da Prefeitura de Belo Horizonte, terão que informar às escolas municipais, até esta quarta-feira (11), se a criança vai aderir ao ensino presencial ou remoto. As aulas presenciais da educação infantil na rede municipal de BH foram retomadas no dia 3 de maio. No primeiro semestre, as escolas funcionaram apenas quatro horas por dia e em dias alternados. A educação infantil inclui creches para alunos de 0 a 3 anos e pré-escolas, de 4 a 5 anos.

São atendidos quase 80 mil estudantes, entre 0 e 5 anos, na rede municipal.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação (Smed) disse que um informativo foi enviado às famílias das crianças para confirmar se os alunos vão aderir ao ensino presencial ou remoto. Com a confirmação das famílias, "será possível melhor organizar as bolhas e ainda avaliar a possibilidade de ampliação do atendimento".

"Em torno de 40 mil famílias já assinaram o termo de compromisso para adesão à volta presencial, mas não enviaram efetivamente as crianças, mais de três meses depois do retorno. A vaga acaba ficando garantida, mas as salas vazias e com isso as crianças que estão frequentando acabam indo muito poucos dias, sendo que há vagas ociosas que poderiam ser usadas por elas", disse a Smed em nota.

As famílias que optarem por não enviar os estudantes agora, terão nova chance no dia 17 de outubro. A PBH disse que as vagas eventualmente liberadas com esta nova pesquisa vão possibilitar a ampliação dos dias e tempo de atendimento das famílias que já estão no regime presencial.

Ainda em nota, a Smed explicou que no caso dos mais de 44 mil estudantes do 6° ao 9° ano, a expectativa é que 80% das famílias assinem o termo de compromisso para o retorno às aulas presenciais, "sendo que já foi observada uma maior coerência entre o número de famílias que manifesta o desejo de retorno e aquelas que efetivamente mandam os filhos nos dias agendados para as aulas".

Por isso, segundo a prefeitura, ainda não foi necessário fazer recenseamento para alunos de 1º a 9º ano.

"As bolhas destas faixas etárias têm tido boa frequência e a expectativa é que gradativamente mais famílias optem por este regime ao longo dos próximos meses, até que todos tenham confiança em mandar os alunos pelo menos 1 vez por semana à escola".

A PBH informou ainda que as escolas municipais foram orientadas a fazer o levantamento da adesão das famílias ao atendimento em tempo integral, "nos casos em que a estrutura física da unidade possibilite a ampliação para esse atendimento".

"Esse levantamento está sendo realizado nas unidades escolares para então avaliar a possibilidade de ampliação do tempo de atendimento".

Na capital, até o momento, estão autorizadas atividades presenciais para alunos da educação infantil e do ensino fundamental. Na rede privada, as aulas já foram retomadas para alunos até o 9º ano. Nas escolas municipais, os estudantes até o 5º ano voltaram. Os do 6º ao 9º ano retornaram no dia 5 de agosto.

Segundo a prefeitura, o ensino remoto permanece sendo ofertado a todos os estudantes da rede municipal, independentemente da decisão pelo retorno presencial.



0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!