• Adriana Valadares

PBH anuncia ampliação da vacinação contra Covid-19 nesta terça (25)

A Prefeitura de Belo Horizonte vai vacinar os trabalhadores da saúde de 39 a 42 anos com a segunda dose da Coronavac a partir desta terça-feira (25). O município também decidiu adiantar o cronograma de imunização das pessoas com comorbidades – aquelas com idade entre 18 e 48 anos que se cadastraram até o dia 16 de maio poderão receber a primeira dose já nesta terça-feira.


Veja o novo cronograma:

  • A partir de terça-feira, dia 25: aplicação de segunda dose da Coronavac em trabalhadores da saúde de 39 a 42 anos e aplicação da primeira dose de vacina da Pfizer em pessoas com comorbidades de 18 a 48 anos.


Trabalhadores da saúde Cerca de 6 mil trabalhadores da saúde de 39 a 42 anos são esperados para receber a segunda dose da Coronavac. Este grupo tomou a primeira dose da vacina a partir do dia 24 de abril.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os imunizantes para estes profissionais estão garantidos e não há necessidade de chegar aos locais de vacinação antes do horário inicial.

Para se vacinar, é necessário apresentar cartão de vacina, documento de identidade e CPF. Os trabalhadores da saúde devem procurar os pontos fixos, das 7h30 às 16h30, ou as unidades drive-thru, das 8h às 16h30. Os endereços estão disponíveis no portal da prefeitura.

O Executivo destaca a necessidade de atenção aos locais de vacinação, já que, por questões logísticas, eles são alterados frequentemente.

Pessoas com comorbidades

As pessoas com comorbidades de 18 a 48 anos, completos até 31 de maio, que preencheram o cadastro no site da prefeitura até o último dia 16 poderão receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 já a partir desta terça-feira.

Antes, a prefeitura tinha anunciado que pessoas de 40 a 48 anos seriam vacinadas nesta terça, enquanto aquelas com 18 a 39 anos seriam imunizadas na quarta-feira (26).

A vacinação deste público será realizada em postos fixos e extras, das 7h30 às 16h, e em pontos de drive-thru, das 8h às 16h. Os endereços estão disponíveis no site da prefeitura.

Além de ter preenchido o cadastro no site, é necessário apresentar documentos como exames, receitas, relatório médico e/ou prescrição médica. Os comprovantes devem conter o número do registro do respectivo conselho de classe, de forma legível, e terem sido emitidos em até 12 meses antes da data do cadastro.

A prefeitura destaca que "todas as declarações apresentadas são de total responsabilidade da pessoa e de quem as emitiu". Segundo o município, o cadastro será enviado aos órgãos de controle externo e, em caso de informações inverídicas, as pessoas ficarão sujeitas a responsabilizações administrativas, civis e penais aplicáveis.


As pessoas com comorbidades precisam seguir as seguintes orientações:

  • Apresentar exames, receitas, relatório médico e/ou prescrição médica emitidos em até 12 meses antes da data do cadastro;

  • Apresentar documento de identificação com foto;

  • Apresentar comprovante de residência em Belo Horizonte;

  • Ter preenchido cadastro para a vacinação, de forma válida, até 23h59 de 16 de maio;

  • Não ter recebido vacina contra a Covid-19;

  • Não ter recebido qualquer outra vacina nos últimos 14 dias;

  • Não ter tido Covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias.

As pessoas com comorbidades que estavam no primeiro grupo e nos grupos contemplados no último sábado (22) e nesta segunda-feira (24) que, por qualquer motivo, não conseguiram se vacinar, também podem procurar os postos de saúde.

A imunização de gestantes e puérperas sem comorbidades permanece suspensa.




0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!