• jornalismo42

PBH começa a vacinar pessoas com idades entre 52 e 50 anos a partir desta segunda (28)

A partir desta segunda-feira (28), a PBH amplia a vacinação contra a covid para moradores da capital. Tem início a aplicação da primeira dose, da Coronavac, para pessoas de 50 a 52 anos; e da segunda dose de Astrazeneca para trabalhadores da saúde de 50 anos e mais, seguindo o cronograma:

  • Segunda-feira (28): pessoas de 52 anos, completos até dia 30 de junho, exclusivamente residentes de Belo Horizonte, e segunda dose para trabalhadores da saúde de 50 anos e mais;

  • Terça-feira (29): pessoas de 51 anos, completos até dia 30 de junho, exclusivamente residentes de Belo Horizonte;

  • Quarta-feira (30): pessoas de 50 anos, completos até dia 30 de junho, exclusivamente residentes de Belo Horizonte.

O horário de funcionamento dos pontos extras e fixos será das 7h30 às 16h30 e das 8h às 16h30 para pontos de drive-thru. Veja os locais de vacinação.

Os trabalhadores com mais de 50 anos devem se vacinar em alguns destes locais.

A expectativa é vacinar, nesse grupo, cerca de 64 mil pessoas, segundo a prefeitura. A cidade recebeu cerca de 86 mil doses da vacina que chegaram ao estado na última remessa. As doses de Janssen recebidas serão, prioritariamente, para a população em situação de rua.

Lembrando que qualquer pessoa que já tenha sido liberada para vacinar na capital e não tenha conseguido, por qualquer razão, pode procurar um posto de saúde a qualquer momento. Por exemplo, pessoas de 53 a 55 anos que não tenham se vacinado nesta semana ainda podem buscar a imunização.


No momento da vacinação, as pessoas das faixas etárias anteriormente citadas, residentes de Belo Horizonte, precisam seguir as seguintes orientações:

  • Ser cidadão residente de Belo Horizonte;

  • Apresentar documento de identificação com foto;

  • Não ter recebido vacina contra a Covid-19;

  • Não ter recebido qualquer outra vacina nos últimos 14 dias;

  • Não ter tido Covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias.


Para a conclusão do esquema vacinal, os trabalhadores da saúde precisam apresentar o cartão de vacina, documento de identidade e CPF. Este grupo foi vacinado no início de abril.




0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!