• jornalismo42

PBH interdita 21 estabelecimentos, em 3 dias, por descumprimento de normas

A fiscalização da Prefeitura de Belo Horizonte e a Guarda Municipal interditaram 21 estabelecimentos da cidade por descumprimento dos protocolos sanitários contra a Covid-19 nos últimos três dias.

A maior parte das penalidades foi aplicada na última sexta-feira (12), quando 17 estabelecimentos foram fechados por fiscais do controle urbanístico e ambiental do município e agentes da Guarda Municipal. Um deles foi multado. No sábado (13), foram três interdições e duas multas. Um dos alvos na data foi uma festa realizada no bairro Braúnas, na Região da Pampulha, com cerca de 200 pessoas. Todas estavam sem máscara. Já no domingo (14), um estabelecimento foi interditado, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Política Urbana (SMPU). Na madrugada, um evento para cerca de 200 pessoas foi encerrado no bairro Xodó Marize, na Região Norte da capital. Para evitar aglomerações no carnaval, a prefeitura restringiu a venda de bebidas alcoólicas em Belo Horizonte. Desta segunda-feira (15) até a quarta-feira de cinzas (17), bares e restaurantes poderão funcionar das 11h às 15h. No último fim de semana, esses estabelecimentos foram proibidos de abrir as portas. A fiscalização foi intensificada no período de carnaval. Segundo a prefeitura, os fiscais de controle urbanístico e ambiental estão nas ruas para autuar os estabelecimentos que descumprirem os protocolos sanitários, e todo o efetivo da Guarda Municipal está se revezando em turnos para apoiar as ações fiscais. Os estabelecimentos irregulares estão sujeitos à interdição e multa no valor de R$ 18.359,66.



0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!