• jornalismo42

PBH libera sistema para solicitação do "Auxílio Belo Horizonte"

Mais de 300 mil famílias já podem solicitar o Auxílio Belo Horizonte. O benefício, que pode chegar a até R$ 400 por mês, será repassado para moradores que vivem em extrema pobreza enfrentarem as consequências sociais e econômicas da pandemia da Covid-19.

O auxílio vai começar a ser pago em 15 de dezembro, mas as famílias contempladas já devem acessar o site auxiliobh.pbh.gov.br, e seguir três passos para garantir o subsídio. Primeiro é necessário informar o CPF e o primeiro nome do responsável pelo cadastro e, então, conferir e confirmar os dados pessoais.

Na sequência, o interessado deve ler e confirmar o termo de adesão do benefício. E, por fim, solicitar o pagamento de um ou mais benefícios, se for o caso. "A família deve realizar a solicitação apenas uma vez para iniciar o recebimento do benefício, não sendo necessário repetir o processo nos meses seguintes", explicou o executivo.

Ainda conforme a PBH, o pagamento será depositado na conta bancária do responsável pela família no mês seguinte ao da solicitação. As famílias que têm estudantes matriculados na rede municipal de ensino também devem acessar o sistema, ainda no mês de novembro, para garantir o benefício.

No total, serão seis parcelas do Auxílio Belo Horizonte. A Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (Smasac) garantiu que fará a busca ativa de beneficiários. Vale lembrar que somente terão direito ao benefício as famílias que foram cadastradas até 30 de junho de 2021.

Confira abaixo a tabela da solicitação e início do recebimento do benefício:

Período de solicitação | Pagamento

17 a 30/11/21 | até 15/12/21

1º a 31/12/21 | até 15/1/22

1º a 31/1/22 | até 15/2/22

1º a 15/2/22 | até 10/3/22

Entenda sobre o Auxílio Belo Horizonte

O benefício possui quatro modalidades e as famílias beneficiárias podem receber até R$ 400 por mês, desde que se enquadrem nas modalidades descritas na Lei:

- subsídio de R$ 600 por família, a serem concedidos em seis parcelas mensais e consecutivas de R$ 100;

- subsídio de R$ 100 mensais por família com estudante matriculado na rede pública municipal de educação;

- subsídio no valor de R$ 600 para famílias em situação de pobreza, em seis parcelas mensais e consecutivas de R$100;

- subsídio, de R$ 1,2 mil para famílias em situação de extrema pobreza, a serem concedidos em seis parcelas mensais e consecutivas de R$ 200.




0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!