• jornalismo42

PBH publica contrato para a execução de obras contra enchentes na avenida Vilarinho

A Prefeitura de Belo Horizonte publicou o contrato com o consórcio que vai executar as obras para a mitigação de inundações na Avenida Vilarinho e na Rua Dr. Álvaro Camargos, na Região de Venda Nova. O valor acordado é de R$ 124.632.055,43.

O termo, publicado no Diário Oficial do Município, prevê a realização de serviços de otimização do sistema de macrodrenagem dos córregos Vilarinho e Nado e do ribeirão Isidoro e a implantação de dois reservatórios profundos, o Vilarinho 2 e o Nado 1. Essas estruturas terão cerca de 34 metros de profundidade e vão armazenar a água das chuvas e, depois, escoá-la de forma controlada. Cada uma terá capacidade de acumular aproximadamente 115 milhões de litros de água. O contrato foi assinado entre a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura e o Consórcio CME, que apresentou o melhor lance na licitação realizada pela prefeitura. O consórcio é composto pelas empresas Conata Engenharia, Construtora Marins e Enterpa Engenharia. O prazo para a prestação completa dos serviços e obras contratados é de, no máximo, 36 meses. Quando as empresas vencedoras da licitação foram anunciadas, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), assegurou que os recursos necessários para a obra já estavam no caixa do Executivo. "Nós esperamos que seja a solução (para as enchentes), mas é aquela história, o Anel Rodoviário foi solução para o trânsito de Belo Horizonte por muitos anos, de repente não é mais, é problema. Nós tínhamos que dar o primeiro passo", afirmou Kalil, na época. As obras de mitigação de inundações na Região de Venda Nova foram anunciadas pela prefeitura após as mortes de uma adolescente, arrastada pela enxurrada na rua Doutor Álvaro Camargos, e de mãe e filha, afogadas dentro do carro na avenida Vilarinho, em 2018.



0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!