• Adriana Valadares

PBH vai dar orientações a projetos contemplados pela Lei Aldir Blanc em reuniões virtuais

Empresas e trabalhadores da área de cultura, beneficiados pela lei Aldir Blanc, em Belo Horizonte, poderão participar de encontros virtuais com a Secretaria Municipal de Cultura (SMC). O objetivo é tratar da orientação dos projetos que deverão ser promovidos em contrapartida ao recurso distribuído.

As atividades poderão ser realizadas em escolas públicas ou organizações sociais comunitárias. Segundo a PBH, os beneficiados foram divididos em seis grupos, separados conforme o tipo de atividade artística e cultural. Cada dia de encontro atenderá um grupo e deve resultar em hipóteses para a execução das contrapartidas. Os links de acesso às reuniões serão enviados por e-mail. A SMC ressalta que é importante que cada grupo participe no dia indicado para a categoria.

A agenda está disponível no portal da prefeitura. Pandemia A prefeitura da capital previu três possibilidades para a realização das contrapartidas. A primeira delas, de forma virtual. É prioritária e utilizaria as plataformas digitais. Como alternativa, de forma híbrida, que mistura atividades presenciais e virtuais. Por último, presenciais, depois de avaliação e de acordo com os protocolos vigentes. Segundo a SMC, os beneficiários terão o período de 11 a 20 de maio para apresentar uma proposta de contrapartida. Uma segunda reunião está programada para o mês de junho, com alinhamentos e encaminhamentos. Ainda de acordo com a secretaria, a previsão é que as atividades comecem na primeira quinzena de junho. Outras orientações podem ser obtidas no site da prefeitura.


0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!