• jornalismo42

PBH vai vacinar gestantes e puérperas sem comorbidades, contra a covid, a partir desta quinta (17)

Grávidas a partir dos seis meses de gestação e sem comorbidades vão poder se vacinar contra a Covid-19 a partir desta quinta-feira (17) em Belo Horizonte.

As puérperas (mulheres até 45 dias após o parto, independentemente da evolução da gestação) sem comorbidades também poderão se imunizar.

Este público será vacinado com doses da Pfizer. É preciso apresentar prescrição médica. A vacinação será realizada nesta quinta e sexta-feira.


Gestantes e puérperas devem seguir os seguintes critérios:

  • Ser cidadã residente de Belo Horizonte;

  • Apresentar documento de identificação com foto;

  • Não ter recebido vacina contra a Covid-19;

  • Não ter recebido qualquer outra vacina nos últimos 14 dias;

  • Não ter tido Covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias

As gestantes sem comorbidade – a partir da 29ª semana – "deverão apresentar um documento que comprove o estado gestacional, como carteira de acompanhamento da gestante/pré-natal ou laudo médico. Já a puérpera deve apresentar Declaração de Nascido Vivo (DNV), certidão de nascimento ou óbito".

Os pontos de vacinação funcionam das 7h30 às 16h30 para pontos fixos e das 8h às 16h30 para pontos de drive-thru. Os endereços detalhados dos locais de imunização estão no portal da Prefeitura.

A PBH informou ainda que, "à medida que for recebendo novas remessas de vacinas contra a Covid (Pfizer ou Coronavac), outros grupos de gestantes sem comorbidades serão imunizados".

Como o quantitativo não foi suficiente para todas, estão sendo chamadas somente mulheres a partir da 29ª semana gestacional (terceiro trimestre) sem comorbidades e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto, independentemente da evolução da gestação) também sem comorbidades".

A prefeitura disse ainda que serão vacinadas todas as mulheres neste perfil, independente de cadastro. Em Belo Horizonte são cerca de 22 mil gestantes e puérperas, sendo 6 mil no terceiro trimestre de gestação.

"A retomada da imunização contra Covid para o público de gestantes e puérperas sem comorbidades foi autorizada pela Deliberação da Comissão Intergestores Bipartite (CIB-SUS/MG)", segundo a prefeitura.

Em nota, o Ministério da Saúde disse que "recomenda que gestantes, puérperas e lactantes podem receber a vacinar covid-19, desde que pertençam a um dos grupos prioritários, especialmente se tiverem alguma comorbidade. A pasta informa que esse grupo - incluindo as sem fatores de risco adicionais - que tomaram a primeira dose da vacina covid-19 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz aguardem o fim da gestação e do período puerpério (até 45 dias pós-parto) para completar o esquema vacinal com o mesmo imunizante".

A pasta disse ainda que os gestores locais do SUS (prefeitos e governadores) "têm autonomia para seguir com a estratégia regional de vacinação, de acordo com as demandas locais."




0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!