• Adriana Valadares

Pesquisa aponta alta de preços em bares da Grande BH após reabertura

Um levantamento de preços feito em 50 bares de Belo Horizonte e da Região Metropolitana, entre os dias 20 e 24 de outubro, mostrou que os valores cobrados pelas porções e também pelas bebidas subiram nos bares depois da reabertura.

Segundo a pesquisa, os preços médios cobrados há um ano, se comparados aos atuais, tiveram uma alta que chega a 30% no caso do contra filé, que era de R$ 44,19, e subiu para R$ 57,59. A porção da picanha bovina subiu 13,80% (de R$ 68,55 passou para R$ 78,01). A porção de batata frita subiu 12,91%, (de R$ 19,97 para R$ 22,55). "A localização interfere bastante, a infraestrutura do bar, qualidade e tamanho das porções. Esses valores não estão incluídos os 10% de serviço que deve ser somado à conta", explicou o coordenador da pesquisa Feliciano Abreu. As bebidas também ficaram mais caras. Os preços de algumas marcas de cerveja de 600 ml, por exemplo, subiram de R$ 12,20 para R$ 13,82, um aumento de 13,27%. O refrigerante em lata de 350ml subiu de R$ 4,74 para R$ 5,26, cerca de 11% mais caro. Há um ano, a caipivodka custava R$ 13,82 em alguns bares e agora chegou a R$ 14,79, um aumento de 7%. Variações A pesquisa aponta também as variações de preços cobrados nos bares. O valor das porções, teve uma variação de 246%. Quem for pedir 300 gramas de lombo suíno na chapa, pode pagar de R$ 20 a R$ 69,30. A porção de picanha varia de R$ 49,90 até R$170, uma diferença de 240%. A de batata frita pode ser encontrada por R$14,90 e até R$ 34,90, uma variação de 134%. A porção de mandioca frita pode custar de R$ 10,90 até R$ 28,90, uma diferença de 165%.

No caso das bebidas, um suco de laranja natural de 300ml pode custar de R$4 a R$12, uma variação de 200%. O refrigerante em lata de 310ml a 350ml de R$ 4 a R$ 7, diferença de 75%. Já a caipivodka, com vodka nacional, foi encontrada por R$ 10 e também por R$ 23,80, 138% de variação. A caipirinha pode sair a R$ 8 e até a R$ 20, com uma diferença de 150%.

"Um dos setores mais afetados pela pandemia foi justamente os bares, além de terem que ficar fechados, sofreram muito com os aumentos de preços das carnes e cervejas nos últimos meses. Aumentos que foram repassados para os consumidores. A pesquisa prova que quase todos os itens oferecidos em bar registraram aumento", disse Feliciano Abreu. A pesquisa completa está disponível no site de pesquisas Mercado Mineiro.




logo-rodape-novo.png

A Rádio da Massa é a primeira emissora de rádio da América Latina, personalizada, criada e produzida exclusivamente, 100% para a torcida de um grande clube de futebol, o Galo!

  • whatsapp (1)
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Ouça ao vivo!