• Adriana Valadares

Polícia Federal usará drones no combate a crimes eleitorais em Minas

Pela primeira vez, a Polícia Federal (PF) vai usar drones nas eleições para reprimir e prevenir a ocorrência de crimes eleitorais. Ao todo, 100 equipamentos serão utilizados no país, sendo 15 em Minas Gerais. Em Belo Horizonte, a operação contará com sete drones. Uberlândia, Uberaba, Varginha, Divinópolis, Montes Claros, Governador Valadares e Juiz de Fora, que contam com bases da PF, também serão fiscalizadas pelas aeronaves controladas de forma remota. Os drones possuem câmeras capazes de identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez. “O objetivo é aumentar a segurança nas principais zonas eleitorais do país, ajudando a fiscalizar e combater crimes como compra de votos, boca de urna e transporte de eleitores”, afirmou Daniel Fantini, delegado da Polícia Federal em Minas Gerais. “Diante de algum flagrante de crime eleitoral, policiais se deslocarão, imediatamente, para o local indicado para prender os suspeitos, que serão conduzidos para a delegacia, onde serão tomadas as providências pertinentes”, disse o delegado. Em Minas, 300 policiais federais – número correspondente a todo o efetivo da Polícia Federal no estado – vão atuar na operação. "Os pedidos de férias e de licenças foram cancelados, as equipes já estão organizadas e os pontos de atuação também já foram definidos”, afirmou o delegado. Todas as irregularidades detectadas no estado serão comunicadas ao Gabinete Institucional de Segurança, que conta com representantes dos seguintes órgãos: Polícias Federal, Civil e Militar; Tribunal Regional Eleitoral (TER-MG); Procuradoria Regional Eleitoral; Procuradoria-Geral de Justiça; Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública e Corpo de Bombeiros. "Como os equipamentos pertencem ao patrimônio da Polícia Federal, que já utiliza drones em atividades periciais e investigativas em regiões de difícil acesso, não haverá custos adicionais para a corporação", ressaltou Daniel Fantini.


De acordo com o delegado da PF, o uso de drones também vai reduzir a necessidade da presença física de policiais em áreas onde não houver flagrantes, o que favorece o distanciamento social, medida importante para combater a epidemia do novo coronavírus (Covid-19).


Fantini estima que, nas eleições deste ano, os crimes eleitorais vão diminuir em relação aos pleitos anteriores, graças à iniciativa. Ele não soube precisar, porém, quantos delitos foram registrados nas últimas eleições municipais, ocorridas em 2016. Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da Polícia Federal em Minas Gerais não tinha respondido até a publicação desta matéria.




logo-rodape-novo.png

A Rádio da Massa é a primeira emissora de rádio da América Latina, personalizada, criada e produzida exclusivamente, 100% para a torcida de um grande clube de futebol, o Galo!

  • whatsapp (1)
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Ouça ao vivo!