• jornalismo42

Projeto "Canto da Rua", que acolhe sem-teto na capital, é prorrogado mais uma vez

O projeto Canto da Rua, que acolhe pessoas em situação de rua na Serraria Souza Pinto, no Centro de Belo Horizonte, vai continuar até meados de setembro. A previsão era de que o convênio firmado entre a prefeitura da capital, a Pastoral de Rua, da Arquidiocese, e o governo do estado fosse encerrado no dia 31 de julho.

O Canto da Rua assiste uma média de 800 sem-teto por dia, que buscam o lugar para beber água, tomar banho e lavar roupas. Esta é a décima renovação do projeto.

Em nota, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) e a Fundação Clovis Salgado (FCS) afirmam que decidiram prorrogar a cessão da Serraria até o dia 10 de setembro, para que a Prefeitura de BH termine as obras nos espaços que vão acolher esse público permanentemente.

"A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) e a Fundação Clovis Salgado (FCS), entendendo a importância das ações de promoção dos direitos humanos da população em situação de rua e a adoção de medidas emergenciais voltadas às especificidades desse público, decidiram prorrogar pela 10ª vez a cessão da Serraria Souza Pinto para a continuidade do projeto Canto da Rua Emergencial", disse a pasta.

"A prorrogação só foi possível graças ao grande esforço feito pela Sedese e pela FCS para que Prefeitura de Belo Horizonte possa viabilizar o término das obras do ‘Albergue Tia Branca’ e o ‘Pop Rua’, que irão acolher de forma permanente as pessoas que são atendidas na Serraria Souza Pinto. A devolução das chaves da Serraria Souza Pinto está prevista para o dia 10 de setembro de 2021", disse ainda a Sedese.

Segundo a Prefeitura de Belo Horizonte, R$ 5,2 milhões foram investidos, até agora, no atendimento emergencial do Canto da Rua. A administração municipal reforça que foi comunicada oficialmente pelo estado de que o espaço foi cedido até o dia 13 de agosto. No entanto, caso o prazo seja ampliado, o município manterá a parceria com a Pastoral de Rua.

A Prefeitura também informa que o atendimento aos sem-teto está sendo ampliado no Centro Pop Leste, com previsão de início já na primeira semana de agosto.




0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!