• jornalismo42

SES-MG recomenda retomada gradual de cirurgias e procedimentos eletivos no estado

Suspensas desde fevereiro deste ano, as cirurgias eletivas voltam a ser liberadas em Minas Gerais de forma gradual. A nova norma foi divulgada nessa quinta-feira (24) pelo Comitê Extraordinário Covid-19 do Estado. As recomendações valem para as redes pública e privada.

Os procedimentos cirúrgicos não emergenciais voltam a ser liberados, mas agora poderão ser realizados de acordo com normas específicas para cada onda do programa Minas Consciente.

O retorno das cirurgias eletivas seguem a seguinte ordem:

Na onda vermelha, fase em que há protocolos mais rígidos para funcionamento do comércio, serão liberados procedimentos cirúrgicos em ambientes ambulatoriais.

na onda amarela, etapa intermediária do plano, procedimentos cirúrgicos hospitalares que não demandem intubação orotraqueal (com inserção de tubo até a traqueia) ou sedação profunda ficam autorizados.

Na onda verde, a mais flexível, todos os tipos de eletivas ficam permitidas, mas caberá ao gestor local e da unidade de atendimento analisar a sua realidade no que diz respeito à disponibilidade de leitos, equipes, equipamentos e insumos hospitalares.

Ainda devem ser observados os seguintes critérios, segundo nota técnica da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

A redução sustentada de novos casos da Covid-19 durante, pelo menos, 14 dias consecutivos na área geográfica de base populacional; A existência de leitos hospitalares de média e alta complexidade disponíveis na instituição ou rede de serviços pactuados; Condição clínica do paciente, bem como a existências de sinais/sintomas indicativos de infecção pelo coronavírus. Segundo o Comitê Covid, houve redução de 13% nas solicitações para internação nas últimas quatro semanas. Já a taxa de incidência da doença caiu 3% nos últimos 14 dias e 14% nos últimos sete dias.


0 comentário
radio_bar2.png

Ouça ao vivo!